14 segredos de uma startup vencedora. (By Rodrigo Paolucci)

São anotações da palestra do Rodrigo Paolucci no estande do SEBRAE na Campus Party 2012.
-startups são empresas HUMANAS que surgem para entregar um produto ou serviço sob condições extremamente INCERTAS
-startup não tem nada a ver com o tamango da empresa, setor, economia ou segmento
1-foque em nichos promissores
    -crie um mercado e especialize em algo que ninguém faz
    -desenhe uma linha na areia. Reconheça seus limites. Lembre-se que quem faz tudo não faz nada.
    -faça algo que o grande não tem interesse de fazer
    -entre o mapa e o terreno, fique com o terreno
    -planeja menos e faça mais. (beta)
2-
3-Domine o mundo
    -busque sempre novas oportunidades de fazer seu negócio crescer
    -tenha escala com seus produtos grátis e ganhe dinheiro com seus produtos premium
4-small is (still) beautiful
    -não copie os processos da IBM sem ter o tamanho da IBM
    -monte pequenas startups dentro de sua empresa
5-colaborador é rei
    -trate seu colaborador como um membro da sua família. No começo existe muito trabalho e pouca recompensa.
    -venda um sonho: a maioria das pessoas geniais não trabalham só por dinheiro.
6-a guerra agora é entre redes
    -ZYNGA: programa de estímulo aos funcionários
    -crie seu ecossistema e terceirize aquilo que não é sua especialidade.
    -fidelize
7-volume é valioso
    -quanto mais produtos distribuidos menor o custo
    -na internet a distribuição tem custo quase zero
8-comunique
    -conquiste reputação (mídia) e endosso (clientes).
    -livro: diferencial competitivo. Dominar as verticais de mercado.
    -use blogs e redes sociais para divulgar sua empresa
    -use a técnica do DAI
    -mostrar a criação de uma nova funcionalidade. Tipo dentro do Logvendas mostrar quando estiver disponibilizada uma nova funcionalidade, mesmo que eles não saibam para que serve. =D
9-use o fail fast strategy
    -teste o seu produto no mercado o quanto antes. Tire da cabeça que você vai entregar uma mona lisa pronta para o seu cliente.
    -Ideias são baratas e vem aos montes. O que importa é o quão bem feito você as executa
    -no time is no excuse – Não importa o quão árudo foi o trabalho de parto, o que importa é a cara do bebê.
10-caça ao tesouro
    -corra atrás de quem tem dinheiro para apostar em você (e no risco do seu mercado)
    -uma startup é um carro numa pequena descida elle pegará embalo com o tempo… mas imagine se ele estivesse acelerando?
11-venda benefícios e não soluções
    -deixe os consumidores apaixonados pelo seu produto. Faço-os defensores da sua marca.
12-não participe da guerra, forneça as armas (Logvendas)
    -a industria bélica americana fornece armas para os dois lados de uma guerra. Com isso ela lucra com os dois lados, independente do vencedor.
13-surpreenda!
    -você é novo e inexperiente e ainda teve clientes que apostama em você.
    -trate-os muito bem os grandes não conseguem fazer isso. (Namorada do Daniel, passar o Logvendas pra ela)
    -trate bem seus clientes. Dê brindes (recompensar a boa relação) tênis, travesseiro, etc
14-não inove por inovar
    -um erro muito comum é criar uma área na empresa focada em criatividade e chamar isso de inovação
    -resolva um problema real: melhorando a vida das pessoas, arrumando algo que está errado, prevenindo que algo bom desapareça
    -“dont kill” foque no cliente e não no seu concorrente.

Customer validation

A partir de um podcast do Empreendecast, onde Eric Santos (do Manual da Startup) estava participando e falando sobre desenvolvimento de produtos, ele elencou rapidamente os tópicos bem resumidos do que seria Customer validation.
  1. identificar as necessidades de um segmento de mercado.
  2. encontrar uma solução.
  3. propor essa solução, através de um MVP (minimum value product) ou exposição da idéia mesmo.
  4. verificar a importância do seu produto através de uma pequisa de satisfação. Se 40% considerarem seu produto como indispensável ele já pode ir para o mercado, ou seja, é a hora de investir tudo na ideía (Sean Ellis).
  5. saber se o mercado paga o necessário para ter o produto.
  6. saber quanto voce gasta para conquistar cada cliente.